Show de Destaques, Ofertas e Notícias!





Publicidade




14/03/2019 12:44:53





Publicidade







Foto: Arquivo/Ministério da Defesa

Nova etapa do programa de interiorização da Operação Acolhida levará nesta semana mais de 330 venezuelanos para municípios espalhados pelo Brasil. Desta forma, o projeto ultrapassará a marca de 5 mil imigrantes integrados à sociedade em diferentes estados. Além deles, o País também acolhe milhares de pessoas em abrigos localizados em Roraima, estado fronteiriço com a Venezuela.

A maior parte dos venezuelanos amparados nesta fase do projeto embarca às 8h desta quarta-feira (13), em um voo da Força Aérea Brasileira (FAB) que levará 230 imigrantes a 12 municípios brasileiros: Araçariguama (SP), Brasília (DF), Caicó (RN), Conde (PB), Cuiabá (MT), Goioerê (PR), Guarulhos (SP), Igarassu (PE), João Pessoa (PB), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP).

No mesmo dia, imigrantes também serão transferidos para Feira de Santana (BA) em um voo comercial. O número de pessoas que serão transportadas ainda está sendo definido. Já no próximo dia 23, será a vez de 100 venezuelanos partirem rumo a Dourados (MS), em uma modalidade do programa que garante vagas de trabalho a todos os beneficiados.

Operação Acolhida

Iniciativa de apoio humanitário desenvolvida pelo governo federal desde o ano passado, a Operação Acolhida é responsável por amparar os venezuelanos que entram no País através de Roraima, proporcionando a essas pessoas atendimento emergencial, abrigo, documentação e imunização contra doenças. A ação reúne diversos órgãos do governo federal, das Forças Armadas e da Organização das Nações Unidas (ONU), além de entidades da sociedade civil.

Por conta do intenso fluxo migratório e da sobrecarga dos serviços públicos em Roraima, o governo criou o programa de interiorização, que leva os imigrantes a diversas cidades do País. Nessas localidades, os venezuelanos são acolhidos e acompanhados em centros de moradia, onde recebem informações sobre serviços públicos, oportunidades de emprego e residência fixa.

Em janeiro, foi anunciada a prorrogação da Operação Acolhida por mais um ano. No mês seguinte, o governo federal repassou R$ 14 milhões ao Ministério da Defesa para apoiar e dar continuidade às ações desenvolvidas.

Fonte: Governo do Brasil, com informações da Casa Civil




----------------------

As matérias para divulgação de cidades, eventos e notícias devem ser enviadas para: marcocosta@zineshow.com , ou publicadas diretamente pelos Usuários e Empresas cadastrados.

----------------------
Publicidade





Publicidade