Show de Destaques, Ofertas e Notícias!!!

Sucesso é apenas sorte; pergunte a qualquer fracassado. - Earle Wilson





Publicidade





Publicidade



25/07/2017 18:52:11





Publicidade







Fonte: Arquivo/Agência Brasil

A procura por passagens aéreas domésticas em junho foi 1,96% superior ao registrado no mesmo mês do ano passado. Essa é a quarta alta consecutiva do indicador após intervalo de 19 meses em baixa, afirma a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear).

Para o consultor técnico da Abear, Maurício Emboaba, a leve alta se deve ao ajuste de oferta. Os dados são referentes aos serviços prestados pelas companhias Avianca, Azul,  Gol e Latam, integrantes da Abear, que respondem juntas por mais de 99% do mercado doméstico.

O melhor aproveitamento das operações possibilitou o crescimento de 3,70% do número de viagens realizadas, que somaram pouco mais de 6,9 milhões em junho.

Mercado internacional

A parcela da demanda do mercado internacional detida pelas companhias aéreas brasileiras também permaneceu em alta: crescimento de 15,1% no mês ante junho de 2016. Na mesma base de comparação, a oferta teve ampliação um pouco menor, de 12,3%.  

Os passageiros transportados nas rotas internacionais foram pouco mais de 601 mil, alta de 8,55% em relação ao total do mesmo mês de 2016.

Cargas

Os indicadores foram positivos ainda para o transporte de cargas, que teve elevação de 8,34% em junho, somando 28,3 mil toneladas. Nas viagens internacionais, 20,6 mil toneladas foram transportadas, crescimento de 57,96%.

O presidente da Abear, Eduardo Sanovics, afirma que o desempenho indica que a cobrança da franquia do despacho de bagagens deve levar à queda nos preços das passagens e aumento da demanda. Isso porque 65% dos bilhetes vendidos desde então são de tarifas, em média, 30% mais baratas, voltadas aos passageiros que viajam sem bagagem.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Agência Brasil e da Abear












Indique esta Notícia para seus Amigos:





Publicidade




Publicidade